Sistema Glia

Loja do conhecimento

Sistema Glia

Sistema Glia de avaliação online


O objetivo da avaliação é o levantamento das habilidades e dificuldades da criança ou adolescente.

O Sistema Glia de avaliação consiste em 3 questionários online com perguntas de múltipla escolha.

Os questionários são para os pais ou responsável com 156 perguntas; para a criança (se alfabetizada e com 9 anos ou mais) ou adolescente com 100 perguntas e para o professor com 72 perguntas.criança ou do adolescente com normas estabelecidas para sua idade e gênero na população infantil brasileira.

Esse processo viabiliza a definição de um perfil da criança ou adolescente em:



  • saúde mental (bem estar psíquico),

  • resiliência (habilidades para enfrentar e superar as adversidades da vida),

  • habilidades sociais,

  • funções executivas “quentes” (regulação emocional e inibição comportamental),

  • funções executivas “frias” (objetivar, planejar, organizar, iniciar, focar, perseverar, monitorar, flexibilizar e operacionalizar),

  • metacognição (estratégias de estudar, escutar, anotar, ler, compreender, redigir, pesquisar, se preparar e fazer provas) e

  • motivação escolar.

Além do relatório, o Sistema Glia também emite três gráficos chamados spiders por se assemelharem a uma teia de aranha.


With shipment Acesso ao sistema (Exclusivo na aquisição do Sistema Glia) for R$ 0,00

Preço de venda R$ 100,00

Sistema Glia de avaliação online

Ao acessar o endereço https://sistema.brain4child.com.br os pais digitam o CPF e email cadastrados na compra do Método Glia na loja virtual, fazem o seu cadastro e são direcionados ao cadastro de identificação da criança e questionários online.

Questionários online

O questionário dos pais deve ser preferencialmente preenchido por ambos em consenso, no entanto, em caso de impossibilidade de qualquer natureza, o mesmo deve ser preenchido por apenas um deles ou pelo responsável (ou responsáveis) pela criança ou adolescente. Ele é composto por 170 perguntas de múltipla escolha que podem ser completadas em uma ou mais sessões, devendo ser salvas as respostas em caso de interrupção do preenchimento.

Na área de cadastro de identificação os pais encontram um campo para cadastro do endereço de e-mail do professor. O sistema enviará, então, um e-mail para o professor com um link através do qual ele terá acesso ao seu cadastro e ao questionário do professor que compreende 72 perguntas de múltipla escolha que podem ser completadas em uma ou mais sessões, devendo ser salvas as respostas em caso de interrupção do preenchimento.

Se a criança encontra-se na Educação Infantil (pré-escola) ou no Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano) o e-mail a ser cadastrado pelos pais deverá ser o do coordenador pedagógico ou professor da criança. Se a criança encontra-se no Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) ou Ensino Médio (1º ao 3º ano) deverá ser cadastrado o e-mail do coordenador pedagógico ou professor que melhor a conheça ou que tenha mais tempo de sala de aula com ela. Se o kit do Método Glia foi adquirido nos primeiros meses do ano e o professor ainda não conheça a criança ou adolescente o bastante para preencher o questionário, recomenda-se que seja cadastrado o e-mail do coordenador pedagógico ou professor do ano anterior. Caso os pais não consigam a colaboração do professor no preenchimento do questionário, o sistema prossegue no processo de avaliação a partir das informações fornecidas pelos pais, não constando no relatório final o gráfico referente às funções executivas no contexto escolar.

Na área de cadastro de identificação os pais também encontram um link de acesso ao questionário da criança ou adolescente.  Esse questionário é destinado apenas a crianças já alfabetizadas e com idade igual ou maior que 9 anos. Compreende um total de 100 perguntas de múltipla escolha que devem ser preenchidas com a monitoria dos pais, podendo ser completadas em uma ou mais sessões, devendo ser salvas as respostas em caso de interrupção do preenchimento.

Caso a criança tenha menos de 9 anos de idade ou não seja alfabetizada, o sistema também prossegue no processo de avaliação a partir das informações fornecidas pelos pais e pelo professor,  não constando do relatório final o gráfico referente às funções metacognitivas.

O preenchimento adequado dos questionários requer tempo e paciência. A pressa e a impaciência aqui são inimigas do melhor levantamento das habilidades e dificuldades da criança ou adolescente, colocando em risco o sucesso das intervenções propostas. Para isso, todos os agentes, pais, professor e criança ou adolescente, não precisam preencher seus questionários de uma só vez. A plataforma digital permite que sejam salvas as respostas na medida em que são respondidas, com intervalo de tempo entre as sessões de resposta.

Relatórios

O Sistema Glia processa as informações fornecidas executando operações que comparam o desempenho da criança ou do adolescente com normas estabelecidas para sua idade e gênero na população infantil brasileira. Esse processo viabiliza a definição de um perfil da criança ou adolescente em saúde mental (bem estar psíquico), resiliência (habilidades para enfrentar e superar as adversidades da vida), habilidades sociais, funções executivas “quentes” (regulação emocional e inibição comportamental), funções executivas “frias” (objetivar, planejar, organizar, iniciar, focar, perseverar, monitorar, flexibilizar e operacionalizar), metacognição (estratégias de estudar, escutar, anotar, ler, compreender, redigir, pesquisar, se preparar e fazer provas) e motivação escolar.

As características de ajuste psicossocial (sintomas emocionais, de conduta, de desatenção e hiperatividade, habilidades sociais,  dificuldades psicossociais e o consequente impacto nos vários contextos da vida) são definidas através do uso do Questionário de Habilidades e Dificuldades (Strengths and Difficulties Questionnaire, SDQ) licenciado pela Youthinmind Ltd para uso no Sistema Glia de avaliação online.

Após o preenchimento completo dos questionários online, um relatório detalhado é emitido pelo sistema e enviado aos pais para o endereço de email por eles cadastrado.

Havendo consentimento de ambos os pais ou responsáveis, uma cópia do relatório deverá ser entregue ao(s) professor(es) e terapeuta(s) que atuam com a criança ou adolescente.

O relatório é disponibilizado contendo:

  1. Uma lista de fatores de risco (a serem modificados) e de proteção (a serem estimulados) para um bom desempenho escolar e saúde psicológica;
  2. Um relatório padrão (do tipo valor obtido e valor de referência) para o gênero e idade, como em exames de laboratórios em geral, para todas as funções avaliadas, além dos aspectos de saúde psicológica e fatores de risco para o diagnóstico de Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH);
  3. Três gráficos chamados spiders por se assemelharem a uma teia de aranha. O primeiro spider mostra o desempenho da criança ou adolescente nas diversas funções executivas avaliadas, a média obtida para sua idade e gênero e o mínimo de desempenho esperado ou nota de corte, abaixo da qual estão indicadas as intervenções de reabilitação. O segundo spider  tem a mesma lógica de leitura do primeiro e refere-se às respostas ao questionário do professor. O terceiro spider, também de fácil visualização e compreensão, refere-se ao funcionamento metacognitivo da criança ou adolescente.

A avaliação pelo Sistema Glia pode ser repetida após um período de 6 a 12 meses do início da aplicação do Método Glia para que os pais possam averiguar o progresso dos seus filhos através da comparação com a primeira avaliação e assim identificar quais dificuldades  ainda merecem maior atenção e continuidade das medidas educacionais de intervenção. Os pais podem adquirir esse novo acesso ao Sistema Glia pelo site https://www.brain4child.com.br.  

Mais informações de como interpretar esses relatórios podem ser obtidas na cartilha laranja do Terapeuta no capítulo “Utilizando a avaliação de forma eficiente”.

A partir desse relatório iniciam-se as intervenções dirigidas a todas as funções executivas e metacognitivas, reabilitando as dificuldades e estimulando as habilidades, ou opta-se por intervir especificamente nas funções deficitárias. Essa opção deve partir dos pais em consenso com o(s) professor(es) e terapeuta(s) que, porventura, estejam atuando com a criança.

A avaliação pelo Sistema Glia pode ser repetida após um período de 6 a 12 meses do início da aplicação do Método Glia para que os pais possam averiguar o progresso dos seus filhos através da comparação com a primeira avaliação e assim identificar quais dificuldades  ainda merecem maior atenção e continuidade das medidas educacionais de intervenção. Os pais podem adquirir esse novo acesso ao Sistema Glia pelo site www.brain4child.com.br.  

Mais informações de como interpretar esses relatórios podem ser obtidas na cartilha laranja do Terapeuta no capítulo “Utilizando a avaliação de forma eficiente”.

A partir desse relatório iniciam-se as intervenções dirigidas a todas as funções executivas e metacognitivas, reabilitando as dificuldades e estimulando as habilidades, ou opta-se por intervir especificamente nas funções deficitárias. Essa opção deve partir dos pais em consenso com o(s) professor(es) e terapeuta(s) que, porventura, estejam atuando com a criança.

Até 3x sem juros nos Cartões Visa e MasterCard (através do PagSeguro ou PayPal) A vista no Boleto bancário
Após a confirmação do pagamento faça seu cadastro no https://sistema.brain4child.com.br usando o email e cpf registrado na compra.

Opiniões

Terça, 28 Março 2017
Os pais ou resp ou pode ser por email? Não encontrei a opção de enviar pra eles por email, só para o professor.
ÉRIKA ALVES GOMES BRANDOL